sábado, abril 25, 2015

TERREMOTO: 1,34 mil mortos, segundo a agência Reuters.


Tremor de magnitude 7,8 é o pior do Nepal desde 1934.
Katmandu tem danos em prédios, casas, templos e monumentos.

Um forte terremoto de magnitude 7,8 estremeceu neste sábado (25) o Nepal, deixando cerca de 1,34 mil mortos, segundo a agência Reuters.
A força do terremoto foi sentida também em Bangladesh, Índia, China, Paquistão e no Monte Everest, onde uma avalanche provocada pelo abalo deixou pelo menos 10 mortos.
O tremor ocorreu às 3h11 (de Brasília), a 77 km ao noroeste de Katmandu e a 15 km de profundidade. Outras quatro réplicas menores atingiram o país logo após o terremoto mais potente.
"Há relatos de danos generalizados. A devastação não está confinada a algumas áreas do Nepal. Quase todo o país foi atingido", disse Krishna Prasad Dhakal, vice-chefe da missão na embaixada do Nepal, em Nova Déli.
Testemunhas disseram às agências de notícias que o terremoto durou entre 30 segundos e dois minutos. Milhares de pessoas deixaram seus lares e estão nas ruas da capital, Katmandu, com receio de que casas e prédios desmoronem.
Ajuda
As comunicações, a eletricidade e a água corrente foram cortados, informou a ONG Oxfam, que "se prepara para fornecer água potável e artigos de primeira necessidade", segundo a sua diretora no Nepal, Cecilia Keizer.
Os hospitais do país de 28 milhões de habitantes tentam dar conta dos feridos, enquanto a busca por sobreviventes é complicada devido à falta de equipamentos para escavar. As imagens mostram cidadãos tentando retirar escombros com as próprias mãos.
 Torre foi destruída pela 2ª vez por terremoto (Foto: Niranjan Shrestha/AP / Sumona/CC)
 Torre foi destruída pela 2ª vez por terremoto (Foto: Niranjan Shrestha/AP / Sumona/CC)

Trecho de estrada em Katmandu fica destruído após o terremoto que atingiu o Nepal e países vizinhos neste sábado (25). Centenas de pessoas morreram, e várias construções desabaram
Uma rachadura corta o asfalto nesta rua de Katmandu, onde centenas de pessoas morreram após a ocorrência de tremores de alta intensidade. Com medo dos desabamentos, a população saiu para as ruas.

quinta-feira, abril 23, 2015

AMERICA DO NORTE: Califórnia dessaliniza água do mar para driblar seca.

 Trabalhador bebe a água de um refrigerador ao lado de um conjunto de osmose reversa para dessalinização da água em Carlsbad, Califórnia. Esta unidade produzirá cerca de 50 milhões de litros de água potável por dia
 Visão aérea da planta de dessalinização em Carlsbald, na Califórnia. As soluções para diminuir o impacto no desenvolvimento de espécies marinha existem, mas elas elevam os custos, e ainda não está claro quão rígidos os reguladores da Califórnia serão com os desenvolvedores das usinas
  Equipamento responsável por monitorar a dessalinização da água realizada na usina. Sugar quantidades imensas de água do mar, por exemplo, pode matar as ovas e larvas de peixes aos bilhões
 Molhes da lagoa Água Hedionda, ponto de entrada da nova usina de dessalinização em Carlsbad, Califórnia. A usina produzirá cerca de 190 milhões de litros de água potável por dia
Casas ao longo do Pacífico, em Solana Beach, uma das muitas comunidades que serão atendidas por uma nova usina de dessalinização em Carlsbad, na Califórnia. Tanto a extração de água do mar quanto o descarte do excesso de sal no oceano pode ser prejudicial para a vida marinha

CHILE: vulcão faz 4 mil pessoas serem evacuadas de suas casas.

Pessoas observam de Puerto Varas, no Chile, a coluna de cinzas e lava do vulcão Calbuco, na quarta-feira (22) (Foto: AFP Photo/Giordana Schmidt)
A erupção do vulcão Calbuco fez 4 mil pessoas serem evacuadas; cinzas e lava são vistas do Lago Llanquihue em Puerto Varas nesta quinta-feira (23) (Foto: Carlos Gutierrez/Reuters)




Vulcão Calbuco segue em erupção no Chile; voos são cancelados

Calbuco teve sua última grande erupção em 1961.
4 mil pessoas foram evacuadas; Puerto Montt e Bariloche cancelaram voos.

O vulcão Calbuco, que entrou em erupção nesta quarta-feira (22) no Chile e expeliu uma potente coluna de cinzas de vários quilômetros de altura, o que não acontecia há quase 50 anos, continuava em atividade nesta quinta-feira (23), causando o cancelamento de voos de cidades próximas tanto no Chile quanto na Argentina.
O vulcão está localizado na turística região dos Lagos, 900 quilômetros ao sul de Santiago, e sua atividade ocorre no mesmo momento em que outro vulcão no país, o Villarica, também está em fase de erupção.
O governo chileno decretou estado de exceção em cidades próximas, o que significa que as Forças Armadas assumiram o controle nestas localidades, disse o ministro do Interior, Rodrigo Peñailillo.


Quase meia hora depois do início da atividade, uma coluna de 10 quilômetros de altura havia se transformado num verdadeiro cogumelo gigante em direção ao leste. O Calbuco teve sua última grande erupção em 1961.
Até esta quinta, mais de 4 mil pessoas foram evacuadas das áreas próximas ao vulcão, e as autoridades focam seus esforços na cidade de Ensenada, que fica a 15 km de distância. Um montanhista que estava perto do topo quando ocorreu a erupção está desaparecido.
Voos foram cancelados nas cidades de Puerto Montt, no Chile, e em Bariloche, na Argentina, visto que as cinzas podem danificar as aeronaves. As aulas nas escolas locais foram suspensas.
A presidente do Chile, Michelle Bachelet, irá nesta quinta-feira junto com vários ministros para a região de Los Lagos (sul), onde ocorreu a erupção.

Visto de Futillar, no sul do Chile, o vulcão Cabulco expele fumaça e causa relâmpagos no céu. A erupção gerou um alerta vermelho na região (Foto: Martin Bernetti/AFP)Um barco coberto por cinzas do vulcão Calbuco é visto no jardim de uma casa perto de Puerto Varas, no Chile (Foto: Ivan Alvarado/Reuters)Fumaça e cinzas do vulcão Calbuco surgem no céu visto da cidade de Puerto Montt, no Chile. O vulcão Calbuco, no sul do país, entrou em erupção pela primeira vez em mais de cinco décadas nesta quarta-feira (22) (Foto: Rafael Arenas/Reuters)




turistas:
A área recebe muitos turistas de todo o mundo graças seus lagos, rios e abundante vegetação, cercada por vulcões.
"As pessoas tinham mais expectativa que temor e se aproximaram das margens do lago Llanquihue, onde fizeram fotografias", disse à AFP Álvaro Ascencio, que mora na região.
"Eu vim como turista ao Chile para passa três meses, mas não esperava isto. A erupção foi incrível. Minhas férias estão pagas com o espetáculo do Calbuco", disse Cody Fritz, um turista americano de 30 anos.
Em Puerto Varas, o comércio e as outras atividades estavam relativamente normais nesta quinta-feira, mas com todos de olho no vulcão, que fica a 40 km de distancia.

quarta-feira, abril 22, 2015

TORNADO: estado brasileiro é atingido por ventos de 200Km/h.

Tornado com ventos que ultrapassaram 200 km/h causa destruição em Xanxerê (SC)

Um forte temporal atingiu a cidade de Xanxerê, Santa Catarina, deixando duas pessoas mortas, vários feridos e pelo menos 500 casas danificadas pelo vento na cidade. A Defesa Civil está encaminhando as vítimas para abrigos com comida e água para as famílias

Casas ficaram destruídas após a passagem de tornado no município de Xanxerê, no interior de Santa Catarina, nessa segunda. Duas pessoas morreram e cerca de 120 ficaram feridas em razão do tornado. Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), ele foi formado por ventos "fortes e severos" que ultrapassaram os 200 km/h Sirli Fre
 
Imagem mostra passagem do tornado de categoria F2 --o quarto mais forte numa escala de seis valores, quando os ventos vão de 181 a 252 km/h-- pela cidade de Xanxerê, em Santa Catarina, na segunda (20). Duas pessoas morreram. Cerca de 2.600
Imagens aéreas mostram os estragos causados pelo tornado que atingiu Xanxerê (551 km de Florianópolis), no oeste de Santa Catarina, na tarde de segunda-feira (20). O fenômeno deixou duas pessoas mortas, 120 feridas (cinco em estado grave) e pelo menos mil desabrigados
casas foram totalmente destruídas.
 
Ginásio de esportes de Xanxerê (SC) fica destruído após a passagem de um tornado que atingiu a cidade na última segunda feira (20), deixando duas pessoas mortas, quinze pessoas feridas e mais de mil desabrigadas.
 
 
 
 




RIO DE JANEIRO: acidente Inusitado.


Carro capotou e parou em telhado na Grajaú-Jacarepaguá (Foto: Severino Silva/Agência O Dia/Estadão Conteúdo) 

Carro capota na Grajaú-Jacarepaguá e cai sobre telhado de casa no Rio

Acidente aconteceu na manhã desta quarta-feira (22), Zona Oeste.
Motorista foi conduzido ao Hospital Municipal Lourenço Jorge.

m carro capotou na Estrada Grajaú-Jacarepaguá na manhã desta quarta-feira (22), segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, e caiu sobre o telhado de uma casa que fica às margens da via. O acidente aconteceu na altura do Lins, sentido Jacarepaguá, por volta de 10h da manhã. Às 11h30 ele já havia sido retirado do local.
O motorista acidentado foi levado ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, após sofrer uma fratura. Ele foi conduzido a um hospital da rede particular.

SUZANO: explosão deixa pessoas gravimente feridas em bairro de suzano.

Uma casa ficou destruída em Suzano após uma explosão na madrugada desta quarta-feira (22) na Rua João Cunha, no Jardim Leymar. De acordo com as informações iniciais do Corpo de Bombeiros, há vítimas, mas o número de feridos não foi informado (Foto: Mauricio Sumiya/Futura Press/Estadão Conteúdo)
Casa desabou no Jardim Lazzareschiem Suzano (Foto: Maiara Barbosa/G1)



Explosão destrói casa em Suzano e deixa feridos

 Uma casa ficou destruída em Suzano após uma explosão na madrugada desta quarta-feira (22) na Rua João Cunha, no Jardim Lazzareschi. Segundo o Corpo de Bombeiros, ao menos nove pessoas ficaram feridas, cinco delas com queimaduras graves. A corporação continua procurando outras vítimas na área com o auxílio de cães.
A capitã do Corpo de Bombeiros Luciana Soares informou que, além da casa destruída pela explosão, outras três tiveram as estruturas danificadas.
A corporação suspeita que a explosão tenha sido causada por um vazamento de gás de cozinha.
De acordo com as informações iniciais captadas pelos bombeiros no local, o homem que mora na casa em que houve a explosão teria detectado um vazamento no botijão de gás na noite de terça-feira (21).
Segundo a capitã, este morador não vedou o vazamento. Ao acordar, por volta das 5h30, outro morador da casa acendeu a luz, causando a explosão.
Atendimento às vítimas
Cinco das nove pessoas feridas foram encaminhadas para a Santa Casa de Suzano e para o Hospital Santa Marcelina de Itaquaquecetuba com queimaduras graves, segundo o Corpo de Bombeiros.
Já os outros três feridos buscaram socorro por conta própria na Santa Casa, disse Luciana Soares. Mais tarde, uma quarta pessoa com ferimentos leves na cabeça e no braço, procurou atendimento com os bombeiros no local. A corporação informou ter encaminhado o ferido para a Santa Casa da cidade.
A Defesa Civil do município interditou três casas e uma parcialmente.
O Major Jean Carlos de Araújo Leite informou que a casa onde houve a explosão desabou totalmente. Já as outras três tiveram a estrutura danificada.
A professora Rosimeire Cunha, que mora em frente àEu estava acordando e tinha saído no quintal. Voltei [para dentro de casa] minutos antes da explosão. Ouvi um barulho alto que estourou o vidro da porta da minha sala. Eu dei os primeiros socorros para o casal. A moça estava com a pele toda queimada", disse a professora.
Outras casas
O desempregado Igor Pontes, de 21 anos, disse que escapou por pouco. Ele contou que fica jogando videogame até de madrugada e dorme sempre na sala. "Mas, nesta madrugada, eu fui dormir no quarto. A sala da minha casa ficou destruída", fala.
"Eu acordei com o barulho, gritos de socorro e a casa tremendo. Eu pulei pela janela e consegui sair", disse.
O diretor da Defesa Civil de Suzano Acácio La Salvia informou que a rua está sem energia e das quatro casas atingidas, três continuam interditadas. Ele disse que os imóveis apresentam pontos críticos no teto e têm telhas soltas. Segundo La Salvia, uma retroescavadeira da Prefeitura vai retirar os entulhos.
O diretor descartou também o risco de uma nova explosão e explicou que o gás de cozinha já se dissipou.
La Salvia explicou que as famílias atingidas pela explosão serão cadastradas pela Prefeitura e que será avaliada a inserção delas em programas sociais, como o aluguel solidário. Outra possibilidade, segundo o diretor, é que elas sejam encaminhadas para abrigos.
casa atingida pela explosão, foi a primeira a socorrer os feridos.

segunda-feira, abril 20, 2015

SÃO PAULO: Incendio no centro da cidade.

Incêndio de grandes proporções atinge galpões no bairro do Pari no centro da capital

Paulo - Um incêndio de grandes proporções atinge desde as 18h20 deste domingo, 19, uma série de galpões no Pari, região central de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, o fogo começou na sede da distribuidora farmacêutica Panarello na Rua Bernardo Saião, 191.Às 20 horas, o incêndio já havia se espalhado pelos galpões ao redor e alcançava a quadra inteira, até as ruas Batista Parente e Paulo Andrighetti. Era possível ver a fumaça da Marginal do Tietê, que fica próxima ao local do incêndio. O Corpo de Bombeiros não informou o número de viaturas enviadas para combater as chamas.
Segundo a Polícia Militar, ninguém havia se ferido até as 21 horas deste domingo.

domingo, abril 19, 2015

CHACINA: imagens das vítimas mortas horas depois da chacina:

11149289_879320282126615_4829300795747018735_n
Imagens poucas horas depois da execução:


Uma das vítimas da chacina que deixou oito mortos na quadra da torcida organizada Pavilhão Nove, na madrugada deste domingo (19), é o torcedor Fábio Neves Domingos, de 34 anos. Ele foi um dos 12 presos na tragédia que marcou a estreia do Corinthians na Copa Libertadores da América, em 2013, contra o San José, da Bolívia. Na ocasião, o jovem torcedor boliviano Kevin Douglas Beltrán Espada, de 14 anos, foi atingido por um sinalizador da torcida do Corinthians e morreu.

Vítima de chacina em sede de torcida do Corinthians foi preso na Bolívia

Fabio Neves ficou detido em Oruro pela morte de Kevin Espada, em 2013.
Oito foram mortos na quadra da torcida Pavilhão Nove, neste sábado (18).

As demais vítimas são: Ricardo Prado, Marco Antonio Corassa Junior, André Luiz dos Santos de Oliveira, Mateus Fonseca de Oliveira, Jhonatan Garzillo e Mydras Schmidt, segundo informou o Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
De acordo com a Polícia Militar, sete vítimas foram encontradas baleadas e mortas no local. Uma oitava também foi baleada, mas conseguiu fugir e foi levada ao Hospital das Clínicas pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
O caso foi registrado no DHPP. Policiais que participaram do registro da ocorrência afirmaram ao G1 que a principal hipótese para o crime é uma briga envolvendo tráfico de drogas. Duas das vítimas tinham passagem por tráfico.
Os policiais descartam que a motivação do crime seria uma rixa entre torcidas, apesar do jogo entre Corinthians e Palmeiras marcado para a tarde deste domingo (19) na Arena Corinthians, em partida de semifinal do Campeonato Paulista.


Execução:
Testemunhas disseram à polícia que pelo menos dois homens armados invadiram a quadra da torcida, que fica embaixo da ponte dos Remédios, próximo à Marginal Tietê, por volta das 23h. Os torcedores prepavam bandeiras que seria levadas para o jogo deste domingo.
Segundo o DHPP, houve execução, já que as vítimas foram encontradas deitadas e próximas. Elas teriam sido obrigadas a se deitar pelos criminosos. Perto dos corpos foram encontradas cápsulas de pistola 9 mm.
O G1 tentou contato com representantes da torcida organizada, mas ninguém foi encontrado durante a madrugada e a manhã deste domingo (19).


 nomes das vítimas mortas:
  -As vítimas da chacina dentro da sede da Pavilhão 9, torcida organizada do Corinthians, tinham entre 19 e 38 anos. A polícia divulgou os nomes e informou que um rapaz ainda não foi identificado. Morreram Ricardo Júnior Leonel do Prado, 34 anos, André Luis Santos de Oliveira, 29 anos, Matheus Fonseca de Oliveira, 19 anos, Fábio Neves Domingos, 34 anos,  Jhonatan Fernando Garzilo Massa, 21 anos, Marco Antônio Corassa Jr., 19 anos, Mydras Schmidt Rizzo, 38 anos, e a 8ª vítima ainda não identificada 

SÃO PAULO CAPITAL: Sete são encontrados mortos próximo à Marginal Tietê, em SP


Adicionar legenda


Vítimas tinham sinais de tiros pelo corpo, segundo a PM.
Crime ocorreu próximo ao Pavilhão 9, torcida organizada do Corinthians.

Sete pessoas foram encontradas mortas, na noite deste sábado (18), embaixo da Ponte dos Remédios, próximo à Marginal Tietê, em São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, as vítimas tinham sinais de tiros pelo corpo. Uma oitava pessoa ficou ferida e foi socorrida. Ela foi levada ao Hospital das Clínicas, mas não há informações sobre o seu estado de saúde, segundo a PM.
O crime ocorreu próximo à sede da Pavilhão 9, uma das torcidas organizadas do Corinthians, ainda de acordo com a Polícia Militar. As vítimas seriam corintianas. As circunstâncias e a motivação do crime, porém, ainda são investigadas.
O G1 tentou contato com representantes da torcida organizada, mas ninguém foi encontrado durante a madrugada deste domingo (19).